FUNDO SOCIAL

23/08/18 -Projeto Reinvente vai beneficiar mais de 10 mil pessoas com cursos gratuitos
23/08/2018 - 12h50

 

 

Pensando em descobrir potenciais e gerar oportunidades em meio à crise, o Fundo Social de Solidariedade criou o Projeto Reinvente, com uma programação voltada à aplicação de oficinas socioculturais, que buscam estimular a criatividade e contribuir para o aumento da autoestima e da integração dos participantes.

O lançamento oficial do projeto Reinvente foi realizado na segunda-feira (20), no auditório da Prefeitura, pelo Fundo Social de Solidariedade de Pindamonhangaba, com a apresentação dos facilitadores das diversas modalidades de cursos oferecidas. A presidente do Fundo Social de Solidariedade, Claudia Domingues, e o prefeito Isael Domingues, estiveram presentes ao evento e destacaram a importância da capacitação e formação contínuas.

"Não espere resultados diferentes se você faz sempre a mesma coisa! Essa frase é de Albert Einstein, mas tem muito a ver com a nossa maneira de viver, porque jamais se conquista o novo praticando velhos hábitos. Às vezes, é preciso mudar, se reinventar, e este processo é contínuo e exige planejamento, dedicação e aprendizado", destacou a primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade, Cláudia Domingues.  

O Projeto Reinvente é realizado por meio do chamamento público 004/2018, que visa repasse de recursos para organizações da sociedade civil (OSC) sem fins lucrativos, que desenvolvam atividades socioculturais.

As aulas gratuitas serão desenvolvidas nos centros comunitários da cidade, a partir de segunda-feira (27). Somados todos os cursos, a capacidade de atendimento é de até 12 mil pessoas.

Cursos fixos e itinerantes - Alguns cursos são fixos, com duração de um ano, e outros são itinerantes e estarão em diversos bairros da cidade. A programação foi pensada para que o maior número de pessoas, de todas as regiões de Pinda, possam participar.

A oficina de padaria será realizada, inicialmente, no Araretama; pintura começa no CEU das Artes, em Moreira César; reaproveitamento alimentar inicia no Mombaça; maquiagem começa no Araretama; culinária inicia no Recinto São Vito (Moreira César). Serão fixos, com duração de um ano, os cursos de: dança de salão (CCI Vila Rica e Recinto São Vito), BMX, roller e skate (Parque da Cidade); marcenaria em pallets (Parque da Cidade); dança sênior (CCI Vila Rica); jiu-jitsu (CEU das Artes, Moreira César); capoeira (Ouro Verde, Cerâmica, Bem Viver e Pasin); balé (Bem Viver, Campinas, Liberdade e Vila São Paulo). A recreação será centralizada no Parque da Cidade mas vai atender os eventos da Prefeitura.

As inscrições para as oficinas são gratuitas e estão abertas até sexta-feira (24), somente na sede do Fundo Social. Todas as informações sobre os cursos, matrículas, locais de aulas e horários devem ser obtidas no Fundo Social de Solidariedade, que fica na Rua Deputado Claro César, 53, centro, ou telefone 3643-2223. O horário de atendimento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h30 às 17h.

Outras Matérias
Adote Adote

ACESSO RÁPIDO