EDUCAÇÃO

10/05/18 - Prefeitura e Votorantim são parceiras para gestão e aprendizagem de alunos
10/05/2018 - 16h07

  

O programa Parceria Votorantim pela Educação (PVE) tem como objetivo contribuir para a melhoria da educação pública nos municípios em que há trabalhos realizados pela Votorantim e atuar em parceria com as prefeituras e secretarias municipais de educação. Em 2018, estão em 105 regiões atuando diretamente com gestores educacionais, gestores escolares e mobilizadores. Neste ano, o tema eleito pela mobilização foi a Leitura, sendo que para a gestão o foco é o acompanhamento da aprendizagem dos alunos.

Trinta unidades da rede municipal de ensino que atendem a educação infantil  até o terceiro ano do ensino fundamental foram contempladas, sendo, CMEIs: CAIC Anexo, Josefina Cembranelli Schmidt, Maria Benedita Cabral San Martin, Francisco Lessa Junior, Frei Reynaldo Nieborg, João Fleury Filho, José Ildefonso Machado, Marli Lemes de Moura Camargo e Maria das Dores Santos Marcondes (Maria dos Anjos); e as escolas municipais: Maria Apparecida Camargo de Souza, Maria Madureira Salgado (Dona Minica), Orlando Pires, Abdias Jr Santiago e Silva, Alexandre Machado Salgado, Maria Helena Ribeiro Vilela, João Cesário, Rachel de Aguiar Loberto, José Gonçalves da Silva (Seu Juquinha), Serafim Ferreira, Lauro Vicente, André Franco Montoro, Gilda Piorini Molica, Anibal Ferreira, Ayrton Senna da Silva, Ruth Azevedo Romeiro, Mário de Assis César, Paulo Freire, Maria Zara Miné Reinold dos Santos, Odete Corrêa Madureira e Maria Aparecida Arantes Vasques.

A formação acontecerá em quatro ciclos presenciais com as profissionais do PVE e demais discussões serão acompanhadas pelas técnicas da Secretaria de Educação, Irene Ribeiro de Aguiar Mello e Luciana Simonetti Garcia dos Santos. A professora Maura Prado Vieira, da escola Professor Orlando Pires, é a mobilizadora social.

Primeira formação

Na terça, 24 de abril, aconteceu, no período da tarde, o primeiro encontro com as gestoras regionais na sede da Secretaria de Educação para apresentação do programa e elaboração de um plano de ação da Secretaria.

Na manhã do dia 25, o trabalho inicial com as gestoras regionais se encerrou com a realização do diagnóstico das atividades de gestão. Em uma das salas do Projeto Espaço da Criança “Anália Franco” as responsáveis pelas unidades escolares e técnicas do Programa iniciaram a formação com esclarecimentos sobre o programa e discussões em torno das questões problematizadoras: "O que entendemos por autoavaliação? Que experiências na vida tiveram sobre autoavaliação?".  À tarde, o estudo teve continuidade sobre temáticas que perpassam o cotidiano escolar.

O encerramento da primeira formação presencial com a equipe gestora aconteceu dia 26, na escola Professor Mário de Assis César. Neste encontro, foi definida a meta para 2018: criação de uma comunidade leitora.

Várias experiências sobre leitura, envolvendo as famílias foram partilhadas, com oportunidades de ajustes para atendimento das realidades familiares. Para exemplificar, Luciana Andréia Saquetti Rosas dividiu a experiência de que a equipe escolar realizou um diagnóstico para saber o nível de instrução dos familiares e, a partir do resultado, diversificou a maleta de livros a ser enviada às casas para atender a diversidade. Assim, livros apenas com imagens, revistas, poéticos, constituíram o kit a ser enviado, visando a inclusão da família na atividade literária.

Na sexta, 27 de abril, os mobilizadores sociais se reuniram no Palacete 10 de Julho para conhecer o programa e planejar ações de engajamento da sociedade e a formação foi encerrada com a ida de uma turma da escola “Dr. André Franco Montoro”, professora Elaine Marcondes.

A participação dos alunos coroou a formação e permitiu conhecer a escola a partir de suas percepções e como a sonham pelo mural construído por eles.

Professoras aprovam a iniciativa

Rosemar Aparecida Silva achou interessante o PVE por ser diferente de outros programas de gestão, pois “prioriza o acompanhamento das aprendizagens dos alunos, a partir do diagnóstico realizado pela escola e sugere a elaboração de projetos de intervenção que impactem na aprendizagem, com a participação de todos os envolvidos: alunos, professores, familiares e toda a comunidade.”

Para Tania Mara Bento Rodolfo, o encontro proporcionou momentos de reflexão da prática no cotidiano escolar. “É um programa que tem a intenção de contribuir com a qualidade de ensino tendo foco o acompanhamento da aprendizagem envolvendo toda a comunidade escolar. Acredito que como o PVE podemos melhorar aquilo que já fazemos bem", opinou.

 

O próximo encontro do ciclo será realizado em junho.

Outras Matérias
Adote Adote

ACESSO RÁPIDO